Logo CIH

Banner Topo

CIER-Biogás

 
 

O CIER-Biogás promove ações de desenvolvimento do biogás como um produto da economia rural, agroindustrial e urbana. Em 2003, a Itaipu Binacional assume o compromisso de desenvolver o biogás como um produto energético de qualidade. Por meio da Plataforma Itaipu de Energias Renováveis passa a articular instituições de ensino e pesquisa, associações e cooperativas, empresas e governos, para promover a inserção do Biogás como um produto estratégico na matriz energética brasileira. A empresa promove junto à Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel), a metodologia da geração distribuída de energia elétrica com biogás e saneamento ambiental. O objetivo é estruturar a cadeia produtiva do biogás, de modo que sejam distribuídos localmente os resultados econômicos deste produto: as receitas diretas provenientes da geração de energia elétrica, térmica e veicular, do uso de biofertilizantes e de créditos de carbono obtidos com o Mecanismos de Desenvolvimento Limpo (MDL).

Por meio da Plataforma Tecnológica, do Laboratório de Biogás, dos Projetos Técnicos, do Observatório de Energias Renováveis para a América Latina e o Caribe, o CIER-Biogás promove projetos de desenvolvimento sustentável com foco na metas globais de redução de gases do efeito estufa e no biogás como um produto vetor da transformação social.

Comprometido com a excelência no desenvolvimento tecnológico de sistemas e processos que viabilizem técnica e economicamente as energias do biogás, este centro internacional apoia projetos, estudos e aplicações que desenvolvam a ciência do biogás, incentivando o ingresso de novas fontes de renda na estrutura econômica do agronegócio, da agricultura familiar e do saneamento básico. Sua missão será desenvolver o produto biogás, promovendo junto às comunidades dos países integrantes da Onudi o desenvolvimento de políticas públicas que venham a posicionar o biogás como um produto energético, capaz de estabelecer cadeias de suprimentos locais e regionais, com impactos sociais, econômicos e ambientais.

Acesse o site